Jucurutu/RN, 19 de julho de 2019

Expulso no que provavelmente foi sua última partida na Liga dos Campeões, goleiro dá declarações fortes: “Você claramente não tem um coração no peito, mas uma lata de lixo”

luigi Buffon deixou de lado sua imagem comedida e equilibrada nas declarações para esbravejar depois do que pode ter sido sua última partida na Liga dos Campeões. O goleiro da Juventus, expulso por reclamar contra um pênalti marcado nos acréscimos – Cristiano Ronaldo converteu e selou a classificação do Real Madrid -, dirigiu palavras fortes ao inglês Michael Oliver, árbitro da partida.

Em nenhum momento, Buffon afirma que Benatia não cometeu o pênalti em cima de Vázquez. O que o camisa 1 defende é que foi um lance duvidoso, mas que o árbitro apontou com estranha convicção. Enquanto, no jogo de ida, a Juve teve um suposto pênalti claro não marcado.

– Foi um décimo de pênalti. Eu sei que o árbitro viu isso, certamente foi um lance duvidoso. E um lance duvidoso aos 48 minutos quando nós tivemos um pênalti claro não marcado no jogo de ida, você não pode conceder (o pênalti) a esse ponto – declarou ele na zona mista.

– Você claramente não tem um coração no peito, mas uma lata de lixo. Acima de tudo, se você não tem caráter para estar num jogo como esse, num estádio como esse, você pode se sentar nas arquibancadas com sua esposa e seus filhos tomando refrigerante e comendo batatas. Você não pode arruinar os sonhos de um time – completou, obviamente chateado com a eliminação.

 O lance do primeiro jogo ao qual Buffon se refere aconteceu aos 48 minutos do segundo tempo, quando Cuadrado tabelou com Chiellini dentro da área, mas foi atrapalhado por Carvajal no momento da finalização.

E as queixas do goleiro não pararam por aí. Com respeito ao Real Madrid, Buffon reconheceu os méritos do adversário nas duas partidas, mas disse que a Juventus merecia, ao menos, encaminhar a decisão para a prorrogação.

– O time deu o máximo, mas um ser humano não pode destruir sonhos assim no fim de uma extraordinária partida de volta numa situação duvidosa. O Real Madrid mereceu passar nos dois jogos, desejo a eles o melhor. Sempre foi um prazer para mim enfrentar esse clube, mas nós definitivamente merecíamos ao menos ir para a prorrogação hoje – concluiu.

Via GE

Postado em Esportes por
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *