Jucurutu/RN, 19 de fevereiro de 2019


Exibindo postagens da categoria: Sem categoria

 

O SINDJUC vem por meio dessa nota REPUDIAR veementemente as declarações do Sr. José Pedro, Vice-prefeito de Jucurutu, proferidas no programa de rádio “Jucurutu Notícias”, na edição de hoje.

O Sr. José Pedro declarou que atualmente “o município trabalha para 4 por centro da população, os servidores efetivos de Jucurutu”.

Entendemos o contexto de crise atualmente existente que aflige nosso município, contudo, não será JOGANDO A CULPA NOS SERVIDORES que os problemas serão resolvidos.

Sr. Vice-Prefeito José Pedro, não queira transferir para os servidores a grande parte da culpa da IMOBILIDADE, FALTA DE AÇÕES EFETIVAS EM PROL DA POPULAÇÃO, e muitas das vezes, da INCOMPETÊNCIA DA GESTÃO NA QUAL O SENHOR FAZ PARTE.

Vice-Prefeito José Pedro, pelo visto, o senhor esqueceu de dizer que esses quatro por cento são aqueles SERVEM A POPULAÇÃO DIARIAMENTE, SEM AS CONDIÇÕES ADEQUADAS DE TRABALHO, TENDO DIREITOS REITERADAMENTE RETIRADOS e, por que por RESPEITO A POPULAÇÃO, NUNCA DEIXOU DE SERVI-LA, mesmo com a SUA GESTÃO, muitas das vezes, não fornecendo os meios para tal.

A justificativa de que o plano de cargos está imobilizando as ações do município é repetida, Sr. Vice-Prefeito José Pedro, a pelo menos DOIS ANOS! E nesse tempo, A SUA GESTÃO AINDA NÃO CONSEGUIU NOS APRESENTAR NENHUMA SOLUÇÃO para essa problemática – a não ser a retirada de direitos dos servidores.

Em NENHUM MOMENTO, A SUA GESTÃO, Sr. Vice-Prefeito José Pedro, nos trouxe UMA PROPOSTA. NENHUMA QUE FOSSE! EMPURROU O PROBLEMA!

Não foi por falta de aviso! Não nos venha com esse discurso de vitima, Sr. Vice-Prefeito José Pedro.

O Vice-Prefeito José Pedro falou na sua participação no programa de rádio “Jucurutu Notícias”, na edição de hoje, que “seu desejo é começar a trabalhar em prol de Jucurutu”.

Pelo visto, nos últimos dois anos, isso o senhor não fez.

Não coloque as questões salarias dos servidores – que precisam ser discutidos, sim – como justificativa para as conhecidas INCAPACIDADES DA SUA GESTÃO. E podemos sugerir que o senhor comece pelos seus colegas GARIS – se é que o senhor ainda os vê assim. Mesmo com um Vice-Prefeito da mesma categoria, eles sequer tem os equipamentos básicos de trabalho.

Não jogue a população contra os servidores. Não foi POR FALTA DE AVISO que essa problemática não se resolveu.

Sr. Vice-Prefeito José Pedro: o senhor deveria AGRADECER a esse “quatro por cento da população”, poi é ela que AINDA FAZ A SUA PERICLITANTE E MAL GERIDA GESTÃO ainda prestar os serviços públicos a nossa população.

Reiteramos que os servidores públicos de Jucurutu não são perfeitos: possuem defeitos, erros que precisam ser corrigidos. A classe trabalhadora precisa fazer sua “mea culpa”, mas NÃO PODE TER SEUS DIREITOS SENDO USADOS COMO JUSTIFICATIVA ÚNICA DOS PROBLEMAS DO MUNICÍPIO.

Então, Sr. Vice-Prefeito José Pedro, faça a SUA “mea culpa” e da sua gestão ANTES de ir aos meios de comunicação CULPAR os direitos dos servidores do município, de todos os problemas atuais.

Sem mais,

Direção Executiva do Sindicato dos Servidores Municipais de Jucurutu

Por Luiz Felipe Barbiéri, G1 – Brasília

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta terça-feira (2) denúncia contra o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), por corrupção passiva.

Com isso, será aberta uma ação penal e o político responderá na condição de réu. O recebimento da denúncia não significa que a Corte considera o deputado culpado.

Segundo a acusação, no ano de 2009, ele recebeu R$ 300 mil para interceder junto aos demais deputados da Assembleia Legislativa em favor da aprovação de um projeto que dispunha sobre o programa de inspeção veicular e manutenção de veículos em uso no Estado do Rio Grande do Norte.

Em nota, a defesa de Ezequiel Ferreira afirmou que o recebimento da denúncia em processos é considerado algo comum pelo meio jurídico, mas considerou que há fragilidade do conjunto de provas que acompanha a acusação.

“A defesa apenas estranhou a temporalidade atual – em razão do período eleitoral – o que causou estranheza e indignação aos que acompanham o processo, configurando suspeita de motivação política. A defesa acredita que na confirmação da verdade dos fatos e inocência que será confirmada em julgamento”, afirmou na nota.

Embora o foro para julgamento de deputados estaduais não seja o STF, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte enviou o caso à Corte, porque mais da metade do desembargadores se declararam impedidos para julgar o processo.

Votaram pelo recebimento da denúncia os ministros Luiz Fux (relator), Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. O ministro e presidente da Turma, Alexandre de Moraes, não participou do julgamento.

Para Fux, há elementos documentais que justificam a abertura da ação penal para a continuidade das investigações.

“Sobretudo no que se refere a efetiva percepção de vantagem indevida pelo denunciado tendo em vista a existência de extratos bancários que sinalizam a sinalização de pagamentos”, disse o relator.

Em evento realizado em Jucurutu, coordenado por Romualdo Teixeira – líder estudantil e representante do partido AVANTE -, Karla Veruska, candidata a deputada federal, levou sua mensagem e propostas na noite do último domingo (30/09) a um público formado por cerca de 200 pessoas. Pablo Cassiano, ex-secretário de Esporte de Jucurutu, esteve na reunião.

Uma foto bem interessante essa acima olhando ela pensasse logo se tratar de torcedores indo pra um jogo de futebol, ou até mesmo jogadores da várzea indo pra um campeonato. Mas na verdade se tratar dos nossos estudantes universitários buscando seu futuro sendo tratados com uma total falta de respeito por essa gestão desastrosa.

Esse é o retrato dessa gestão para com o cidadão e para com nossos filhos ele não tem o mínimo de decência e nem respeito com o povo do nosso município.

Na tarde da última terça-feira, dia 18 de Setembro de 2018, dando continuidade às atividades em toda cidade, o Prefeito Mirim Álvaro Luís entregou uma bola de campo para os praticadores do futsal no sítio Caiçara I e Várzea do Barro. Dada a ocasião, foi um momento simbólico de compromisso com a população Umarizalense no decorrer do seu mandato a frente da Prefeitura Mirim. “O esporte é muito importante para todos, sejam crianças, jovens, adultos ou idosos. Além de trazer benefícios para o corpo, traz benefícios para a alma, para a mente, nos aliviando do estresse e da correria do dia-a-dia, além de fortalecer os laços de união entre as pessoas, principalmente entre as crianças, jovens e adultos”, disse Álvaro na ocasião da entrega. O prefeito mirim ainda salientou que a brincadeira é uma forma saudável de aprendermos com a vida, que nem sempre ganhamos, muitas vezes perdemos, mas não devemos desistir, continuar sempre tentando até o fim. “É um compromisso nosso trabalhar em prol do povo de Umarizal, principalmente da nossa querida zona rural povo que tenho grande respeito, carinho, atenção e apreço, onde necessitam cada vez mais da nossa atenção e principalmente do nosso trabalho.” Finalizou o Prefeito Mirim. Os jogadores presentes agradeceram a iniciativa do prefeito mirim e falaram que nunca haviam sido lembrados por nenhum político da nossa terra no tocante esporte, lazer e cultura.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Mirim.

Neto Pinheiro filho de Jucurutu, e nomeado a vereador no município de Jucurutu em 2020,estive na capital do estado, ao lado do capitão Styvenson, dando total apoio ao pré candidato a senador. Neto Pinheiro tem um sonho ocupar um vaga na Câmara Municipal de Jucurutu, o mesmo em entrevista destacou, “que sente faltar da juventude na política, devemos se a cara nova na política, Jucurutu está precisando de alguém para grita pela população”

O prefeito de Jucurutu, Valdir Medeiros, que na propaganda eleitoral de seu partido na televisão, se diz ‘liso’, sentiu ontem (21) o reflexo de como sua gestão está desaprovada, não só pela população, como também pelos próprios cargos comissionados da gestão da mudança, que são mais de 50.

Valdir saiu as ruas de Jucurutu sem seu companheiro e vice-prefeito José Pedro, para apresentar seu candidato a deputado estadual e contou nos dedos de suas mãos a quantidade de pessoas que pararam para assistir suas novas promessas.

Nem mesmo José Pedro, candidato a deputado federal, acompanhou Valdir ontem em Jucurutu.

Dentro do grupo político do prefeito Valdir Medeiros, várias pessoas está trocando José Pedro por Benes Leocádio (candidato a deputado federal). José Pedro já disse nos bastidores que não gostou da ideia.

Pelo menos é isso que dá a entender a postura da gestão atual, por que na mesma semana que o prefeito não compareceu e nem mandou representante pra audiência dos servidores sobre as leis do Plano e das Titulações, agora tomamos conhecimento que a Secretaria Municipal de Educação marcou uma audiência com os professores pra discutir o plano deles. Aliás nada mais justo do que a educação ser reconhecida pelo prefeito, isso é um direito dos professores. O que não dá pra aceitar é esse tratamento privilegiado pros profissionais da educação enquanto com os outros mais de 500 funcionários da prefeitura o tratamento é de total desprezo. É revoltante ver que quem mais pregava mudança em nossa cidade hoje usa 2 pesos e 2 medidas com quem é servidor, por que ninguém é melhor do que ninguém e ser justo é uma obrigação de qualquer gestor. Não é possível que em pleno século 21 a gente tenha que passar por uma situação como essa. Isso dá uma tristeza e desmotiva todo mundo, pois o certo é certo em todo lugar, menos aqui, que uns tem mais direitos e cartaz do que a maioria dos outros concursados.

Com a presença dos vereadores Rubens Batista, Fagner Brito, Paula torres, Jubiratan Saldanha, Williame Lopes, Maria Daguia Cruz e Ioneide Queiroz na manhã desta quarta, a Câmara de Vereadores de Jucurutu realizou uma audiência pública para debater a situação dos direitos dos servidores relativos às leis aprovadas do Plano de Cargos e das Gratificações por Titulações.

Convidados todos os segmentos diretamente ligados ao tema, compareceram e participaram da audiência, representantes dos sindicatos da categoria, vereadores, promotor da comarca, representante da FETAN, com exceção da prefeitura, que se ausentou do debate, não enviando qualquer representante ao evento.

A presidente da Câmara, Paula Torres, explicou a importância desse debate: “essa audiência veio para que a Câmara pudesse se inteirar do assunto com maior detalhismo, para ouvirmos as impressões da categoria, além de podermos, a partir das discussões feitas aqui, nos prontificar a apoiar a causa dos servidores naquilo que estiver dentro das atribuições desta Casa Legislativa”, frisou a parlamentar.

Os participantes da audiência deliberaram sobre vários pontos relativos às leis que hoje estão em litígio na justiça, oportunidade em que foram esclarecidas diversas dúvidas dos servidores sobre o que deverá ocorrer, além de serem pontuados alguns aspectos jurídicos pelo promotor do Ministério Público.

Ao final da audiência, ficaram definidas as próximas ações a serem desenvolvidas, com o intuito de se chegar a uma decisão que restabeleça os direitos dos mais de 200 servidores que comparecem em peso e participaram ativamente das discussões e que são diretamente interessados na resolução do impasse que hoje prejudica todos eles.

Alunos quem viajam para o municipio de Assú sofrem com o descaso e a incompetência dessa gestão desastrosa.

Em publicações nas redes sociais vemos toda a indignação desses alunos sobre a falta de assistência e compromisso para com eles chegando ao ponto de pedir ajuda a vice-prefeito que hoje almeja uma cadeira na assembléia federal e ter a resposta que o mesmo não podia fazer nada.

O vereador Rubens Batista fez 2 requerimentos na seção do dia 17 de setembro de 2018 sendo eles.

Requerimento N° 020/2018

Que seja realizada a extensão de rede da iluminação pública e do calçadão no trecho que vai do pórtico de entrada da cidade até o distrito industrial, onde sitaum-se das massas nordeste e Jucurutu, além das futuras instalações do Campus do IFRN e do grupo Dela Rayssa.

Requerimento N°021/2018

Solicita a secretária competente, designe ao ônibus que faz a linha para Assinar com os estudantes de Jucurutu que no trajeto de ida desse percuso entre no distrito de Boi Selado para levar os estudantes pois os mesmos têm t se locomover as margens da RN 118 para ter acesso ao transporte.

O vereador também reiterou sua indignação sobre o horário em que o transporte está saindo do municipio, tendo um atraso na saída pois o onibus tem que vir de outra localidade para transportar os alunos ao seu destino ocasionado um atraso e prejudicando os mesmos.

Em Jucurutu, a terra da mudança, onde o prefeito atual amarga uma desaprovação monstruosa em sua gestão, o vereador Gilson Brito sorriu ontem (12) para foto oficial, abraçado com Benes Leocádio, seu candidato a deputado federal nas eleições deste ano.

Gilson que é da mesma comunidade (Boi Selado) do vice-prefeito José Pedro – candidato a deputado federal -, atende ao pedido de Julinho Queiroz – que também trocou Beto Rosado por Benes Leocádio -, e joga o gari no escanteio.

Em Jucurutu esse tipo de atitude recebe o nome de manteiga: Ou seja, o vereador passou aquela velha manteiga no gari.

No ar, uma estranheza: Eles que estiveram tão unidos na campanha do liso, não irão votar em José Pedro para deputado federal.

O Vereador Rubens Batista concordou com o requerimento N° 005/2018.

Este sendo de crucial importância para o servidor público.

Onde a mesa diretora solicita que seja realizada uma audiência pública nesta casa legislativa para tratar da lei complementar N°020/2016 e da lei N°863/2016, que versam sobre questões relativas aos servidores públicos municipais de Jucurutu.

Na última quinta (06/09), o CPCON/UEPB – responsável pela organização do concurso –, por meio de seu sítio oficial, o https://cpcon.uepb.edu.br/concursos/CMJucurutuRN2018/ divulgou o resultado preliminar da prova objetiva do concurso da Câmara de Jucurutu.

Concorrerão à Prova de Títulos todos os candidatos aos cargos de CONTADOR e PROCURADOR, de Nível Superior habilitados nas Provas Objetivas, que forem classificados e que estiverem na margem de 03 (três) vezes a quantidade de vagas oferecidas para os cargos.

Os títulos deverão ser encaminhados à CPCON, de acordo com o item anterior, em fotocópia autenticada, não sendo permitido o envio posterior ao prazo mencionado no item anterior ou a juntada ou substituição de quaisquer documentos extemporâneos.

A presidente da Câmara, Paula Torres, destaca a importância desse processo: “esse é o primeiro concurso da história da nossa Câmara e com certeza ele os aprovados nele contribuirão para o aprimoramento dos serviços prestados à população e para o pleno funcionamento administrativo do Poder Legislativo”, concluiu a parlamentar.

Com a decisão, partido tem até esta terça-feira (11) para indicar substituto de Lula na chapa do PT à Presidência da República. Fernando Haddad, candidato a vice-presidente deve assumir o posto.

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, negou na noite deste domingo (9), pedido dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para prorrogar o prazo para o PT substituir o candidato à Presidência da República.
Na decisão que barrou a candidatura de Lula, no último dia 1º, o TSE permitiu que a coligação formada por PT, PCdoB e PROS defina o substituto até esta terça (11).
A defesa de Lula queria estender o prazo até o dia 17 de setembro com o argumento de que tenta reverter a declaração de inelegibilidade do ex-presidente junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).
Na mesma decisão, Rosa Weber determinou o envio para o STF de recurso extraordinário da defesa que tenta reconsideração da sentença que rejeitou o registro da candidatura de Lula.